Conheça o Swift (Parte 2): Variáveis

Conforme eu havia mencionado em meu primeiro post sobre o Swift, pretendo continuar falando sobre as novidades dessa linguagem de programação e, na medida do possível, colocar exemplos e tutoriais baseados no Manual da Apple para vocês. Hoje iremos falar sobre a instanciação de variáveis e, no próximo post, sobre variáveis e dicionários.

Se você não sabe o que é o Swift ou sabe mas não teve nenhum contato com ele, recomendo fortemente que você leia meu primeiro artigo sobre ele clicando AQUI.

Relembrando

No post anterior vimos sobre o lançamento da nova linguagem de programação da Apple, o Swift. Também vimos que o Swift não é necessariamente fortemente tipado, o que significa que você não precisa necessariamente colocar o tipo da variável antes dela. Mas há alguns detalhes que você verá agora. Lembrando que este post está baseado no Guia para desenvolvedores chamado A Linguagem de Programação Swift (em inglês) lançada pela própria Apple e disponível gratuitamente para download por meio do iBooks Store. Você pode baixa-lo por clicar no link abaixo.

 

Tipagem de variáveis

Como mencionado, Swift não é 100% fortemente tipado. Por exemplo:

var minhaVariavel = 42
minhaVariavel = 50
let minhaConstante = 42

Como você pode notar, as variáveis e a constante acima são do tipo inteiro mas nem por isso possuem o tipo antes do nome da variável/constante. Mesmo assim, a constante ou variável deve ter o mesmo tipo que o valor que você deseja declarar para ela. Isso significa que, se você declarar a variável minhaVariavel com um valor inteiro você não poderá atribuir posteriormente a ela uma string, por exemplo.

Também, caso não seja declarado nenhum valor na declaração inicial da variável/constante você deverá tipar a variável ou constante. Isso deve ocorrer depois da variável ou constante, separando por uma coluna (simbolizada por dois pontos :). Veja abaixo:

var variavelComInteiroImplicito = 70
let constanteComDoubleImplicito = 70.0
let constanteSemDoubleExplicito: Double = 42

Sendo assim, se quisermos criar uma constante com um tipo não implícito (explícito) do tipo Float e com o valor 4 podemos fazer do seguinte modo:

let minhaConstante: Float = 4

Simples assim!

Assim como já ocorria anteriormente no Objective-C e em boa parcela das linguagens de programação, valores não são automaticamente convertidos para outro tipo. Se você precisar converter um valor para um tipo diferente você deverá explicitar o tipo desejado. Veja abaixo o exemplo:

let texto = "A largura é "
let largura = 94
let textoLargura = texto + String(largura)

Como podes notar, a primeira constante é implicitamente uma String e a segunda é implicitamente um inteiro. Mas, para concatenarmos essas duas constantes em uma outra constante chamada textoLargura precisamos “converter” a constante largura, que era INT para String a fim de que possamos trabalhar com ela. Sendo assim, largura será armazenado como uma string e não como um inteiro.

Mas há um outro meio mais simples de incluir valores em strings: escrever o valor entre parênteses e uma contra-barra (\) antes dos parênteses. Por exemplo:

let bananas = 3
let laranjas = 5
let listaDeBananas = "Eu tenho \(bananas) bananas."
let listaDeLaranjas = "Eu tenho \(laranjas) laranjas."
let listaGeral = "Eu tenho \(bananas + laranjas) frutas."

Incrivelmente simples, não acha? Em meu próximo post sobre o Swift falarei sobre arrays e dicionários. Aguarde! Se gostou, compartilhe ou comente, deixando-me saber sua opinião ou sugestões. Vlw!

CategoriasSem categoria

2 comentários

  1. Pingback: Conheça o Swift, nova linguagem de programação da Apple | WillBlog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.