Grego Koiné – Lição 1: História

A expressão Grego Koiné (ou Grego Coiné) significa basicamente Grego Comum. Essa era a língua franca do Império Romano entre o ano 330 AEC e 330 EC (ou 500 EC segundo outras fontes). Essa é a língua em que o Novo Testamento (ou Escrituras Gregas Cristãs) foi escrito originalmente (com exceção provável do livro de Mateus, que talvez tenha sido escrito primeiramente em Hebraico). Para padronizar, em nossos posts usaremos a forma “Koiné” já que a letra “K” agora faz parte da língua Portuguesa.

Índice de Lições de Grego já disponíveis
Lição 1 – História da Língua Grega
Lição 2 – Alfabeto e Transliteração
Lição 3 – Verbos (introdução e tempo presente)

Exemplo de Texto Interlinear de Grego Koiné / Inglês.

O Grego Koiné é baseado em outro dialeto, o Ático. Foi no dialeto Ático que obras como Ilíada e Odisséia, de Homero, foram escritas. Além de Homero, Platão e Heródoto também escreveram suas obras em Grego Ático. A época do Grego Ático vai de 900 AEC até 330 AEC e é conhecida como Período Clássico.

Um fato interessante é que muitos escritores do período do Koiné escreviam suas obras no Grego Ático (ou Clássico), uma vez que essa era conhecida como linguagem culta. É como se alguém dos nossos tempos escrevesse um livro na mesma linguagem de Os Lusíadas, de Camões.

E da onde vem o Ático? Vem de uma época ainda mais remota… O Ático vem do Jônico. Junto ao Jônico, haviam outros dois dialetos principais: o dórico e o eólico. Essa é a época do Grego Primitivo, que vai de 1500 AEC até 900 AEC. A forma mais antiga do Grego Primitivo escrito é chamada de Linear B. Essa é a mais velha forma de escrita preservada da língua grega que conhecemos.

Linear B clay tablet
Exemplo de uma Tábua com escrita em Linear B achada em Knossos. Ela registra quantidades de óleo aparentemente oferecidas a diversas divindades.

Resumindo: o grego koiné é um dialeto falado pelo mundo antigo na época de Jesus e seus contemporâneos – era a língua Franca tal como o Inglês o é hoje (ou até mais). O Novo Testamento foi escrito nesse dialeto da língua grega. Era a língua das massas. Quando falamos em Grego Bíblico, estamos falando de um Grego Koiné com influências e idiomatismos do Aramaico e do Hebraico. Esses detalhes podem ser muito importantes no seu estudo da língua grega antiga.

Para finalizar, uma coisa é importante de se deixar claro: o Grego Koiné é muito diferente do Grego Moderno. O Grego Moderno foi padronizado em anos recentes. A pronúncia do Grego Moderno difere da pronúncia acadêmica do Grego Koiné. Essa pronúncia acadêmica é usualmente chamada de pronúncia Erasmiana. Vermos mais na próxima lição, sobre o alfabeto.

Referências

  • Ancient History Encyclopedia: https://www.ancient.eu/image/3390/linear-b-clay-tablet/. Acesso em 02/03/2020.
  • Gramática Fundamentos do Grego Bíblico, de William D. Mounce. Edição de Julho de 2009.
  • Gramática Noções do Grego Bíblico, de Rega e Bergmann. 1a Edição, 2004.

2 comentários

  1. Pingback: Grego Koiné – Lição 3: Verbos (introdução e tempo presente) – WillBlog

  2. Pingback: Grego Koiné – Lição 2: Alfabeto e Transliteração | WillBlog

Seus comentários são muito apreciados.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.