Nome de Deus em caracteres Hebraicas: Yod, He, Waw, He. Primeira aparição do nome de Deus na Bíblia em Gênesis 2:4. Bíblia Hebraica, Westminster Leningrad Codex.

YHWH – Deve-se usar o nome de Deus?

YHWH – essa é a transliteração para letras latinas do nome de Deus em Hebraico (Hebrew Bible WLC) יְהוָ֑ה. Várias traduções bíblicas modernas e algumas antigas verteram o tetragrama sagrado (ou seja, as quatro letras) por Senhor ou Deus. Os Judeus, ao se depararem com tal tetragrama em hebraico costumam ler Adonai (Senhor) e Elohim (Deus). Será que as Escrituras Sagradas compostas pela Lei (Torá), pelos profetas e os livros poéticos concordam com essa prática?

Quando estudei Hebraico Clássico com uma professora Judia fui instruído a, sempre que visse o tetragrama, lê-se como Elohim ou, se seguido ou precedido de Elohim, lê-se como Adonai. E de fato, a maioria das traduções da Bíblia na atualidade fazem o mesmo ao traduzir o nome pessoal de Deus. Por quê?

Primeiramente uma definição: todas as citações Bíblicas que eu fizer, sem referência à tradução, serão baseadas na Bíblia Sagrada, Versão Brasileira (2010, SBB).

Os argumentos para não usar o nome de Deus são os seguintes:

  • Êxodo 20:7 diz: “Não tomarás o nome de Jeová, teu Deus, em vão, porque Jeová não terá por inocente aquele que tomar o seu nome em vão.” Os que são contra a utilização do nome de Deus dizem que “o nome dele é sagrado demais para estar na boca de meros mortais”. “É melhor não usar do que pecar por usar de um modo errado”, dizem outros;
  • Após o exílio em Babilônia (algum tempo depois de ter sido terminado a escrita dos livros da Bíblia Hebraica) começou-se uma superstição dentre o povo judeu de que era errado usar o nome de Deus, por causa do que diz em Êxodo 20:7. Sendo assim, seguindo ao costume judaico, também não devemos usar o nome de Deus.
  • Se o nome de Deus caiu em desuso e perdeu-se a pronúncia correta, não devemos usa-lo.

Ao fazer minha leitura da Bíblia hebraica, no entanto, vejo que os argumentos da maioria dos tradutores não se sustenta pelos seguintes motivos:

  • O nome de Deus, na sua forma completa (YHWH), aparece mais de 6000 vezes na bíblia hebraica (também chamado de velho testamento);
    • Se Deus não quisesse que seu nome fosse usado em nenhuma ocasião, porque apareceria tantas e tantas vezes, mais do que qualquer outro nome?
    • Algumas das vezes que o nome de Deus é mais usado é nos livros poéticos e de cantos (como os Salmos). Ou seja, as pessoas cantavam usando o nome de Deus. Detalhe: o nome de Deus aparece mais de 600 vezes nos Salmos.
  • Tirar o nome de Deus da Bíblia é uma desonra para seu autor. É interessante notar que mesmo que os Judeus não pronunciem o tetragrama e o substituam por títulos como Elohim e Adonai na leitura, eles não substituem o tetragrama na escrita. Por quê então os tradutores o fazem?
  • Alguns nomes Bíblicos também perderam a pronúncia correta mas continuamos a pronunciá-los – por quê seria diferente com o nome de Deus? Prováveis pronúncias do nome de deus são: Iavé, Iae, Iao e Iaoué. Há um rolo encontrado na região do Mar Morto que translitera o nome divino, em grego, para IAO.
    • A primeira tradução da Bíblia para português, a versão Almeida de 1693, empregou o nome “JEHOVAH” milhares de vezes. Novas versões da Almeida que ainda empregam o nome divino (porém poucas vezes) atualizaram a grafia para Jeová.
    • A primeira Bíblia traduzida no Brasil, a Versão Brasileira (1917) também usou a forma “Jehovah”, alterando em 2010 para Jeová.
    • Algumas traduções católicas antigas da Bíblia em português preferem usar “Javé” ou “Iavé”.
    • A Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas (1967), seguindo a forma já proposta pelas versões mais populares, também verteu o tetragrama para Jeová.
  • Vários textos Bíblicos falam da importância de usar o nome de Deus, citarei alguns:
    • Salmo 105:1 e 3 diz: “1. Rendei Graças a Jeová, invocai o seu nome; fazei conhecidos os seus feitos entre os povos. 3. Gloriai-vos no [ou seja, orgulhem-se do] seu santo nome; regozije-se o coração dos que buscam a Jeová”. Ou seja, devemos ter orgulho do nome de Deus, não deixar de usá-lo;
    • Salmo 102: 15 diz: “Assim, as nações temerão o nome de Jeová, e todos os reis da terra a tua glória.” Como vão temer um nome que não conhecem?
    • Salmo 92:1 diz: “Bom é render graças a Jeová e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo”.
    • Salmo 83:18 (Almeida, Revista e Corrigida, 2007) diz: “Para que saibam  que tu, a quem só pertence o nome de Jeová, és o Altíssimo sobre toda a terra.”
    • Salmo 113:1 – 3 (Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada): “Louvem o nome de Jeová. Seja louvado o nome de Jeová, Desde agora e para sempre. Desde o nascente do sol até o poente, Seja louvado o nome de Jeová.”
    • Salmo 116: 3, 4 (Nova Versão Internacional) diz: “… aflição e tristeza me dominaram. Então clamei pelo nome de [Jeová]: “Livra-me, [Jeová]!”.  Aonde deveria aparecer o nome de Deus, Jeová, aparece o título SENHOR.
    • Joel 2:32 diz: “Acontecerá que todo aquele que invocar o nome de Jeová será libertado…”. Como vão invocar um nome se não podem pronunciá-lo?

Minha opinião é: substituir o nome de Deus por títulos como Senhor, Deus ou suas formas hebraicas é errado. É o mesmo que remover os créditos ao autor e adulterar sua obra. Uma tradução Bíblica que não usa o nome de Deus não pode ser chamada de Fiel. Penso que, se os tradutores tiverem receio de usar uma pronúncia errada, no mínimo, deveriam no mínimo deixar a transliteração YHWH, tal como fez o Professor, Pós-Doutor e Linguista em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaicas (USP), professor Dr. Edson de Faria Francisco em sua obra: “Antigo Testamento Interlinear Hebraico Português” (2012). Ele verteu, todas as vezes que o tetragrama aparecia, para YHWH, não para um título.

Um dos grandes problemas ao verter o nome de Deus para títulos como SENHOR é que causa grande confusão, principalmente aos de denominações cristãs, entre Deus e Jesus, que também é chamado Senhor. Se nessas traduções não aparece o nome de Deus, Jeová, como os leitores saberão que existem duas pessoas diferentes, Jeová e Jesus? Os leitores são assim obrigados a crer que o Senhor mencionado no velho testamento é o mesmo senhor mencionado no novo testamento – o que não é verdade.

Você tem um argumento diferente para justificar o não uso e até mesmo substituição do tetragrama por títulos? Por favor, deixe nos comentários. 😉

Curiosidades sobre o nome de Deus

  • A transliteração das quatro letras hebraicas  יהוָ֑ה (Hebrew Bible WLC) é YHWH (yod, he, waw, he). Transliterações como “JHWH” (donde origina-se JeHoVáH) ou “IHWH” (donde origina-se IaHVéH) provavelmente originam-se do fato de que, no português e outras línguas escritas de acordo com as letras latinas, não havia no alfabeto as letras Y e W, sendo substituídas por J ou I e V, respectivamente. No português, o Y e O W só foram incluídas oficialmente como parte do nosso alfabeto neste século 21. Por isso que não temos muitas palavras com as letras Y e W, exceto em palavras estrangeiras ou nomes próprios.
  • O nome de Deus em sua forma completa aparece mais de 6800 vezes na Bíblia Hebraica;
  • Uma das primeiras traduções da Bíblia Hebraica (Velho Testamento) foi para o Grego, chamada de Septuaginta. Cópias do 1˚ Século AEC (ou AC) mostram que a Septuaginta deixava o nome de Deus em caracteres hebraicos. Séculos mais tarde, as cópias da Septuaginta começaram a substituir o tetragrama por “KC” ou “KY”, formas abreviadas da palavra grega para Senhor (Kyrios).
  • A forma curta do nome de Deus é “Yah” (ou “Jah”). Daí que temos a expressão Aleluia (AleluYah), que significa “Louvai a Jeová!”.
  • Algumas traduções da Bíblia que usam o nome de Deus em português (por ordem de ocorrências): Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas (1967, 2013), Versão Brasileira (1917, 2010), Almeida (originais de 1693 e algumas versões atuais), versão Matos Soares (rodapé de Êxodo 6:3, oitava edição). Há outras versões católicas, mas não lembro quais.
  • Algumas traduções da Bíblia em outros idiomas que usam o nome de Deus:
    • Inglês: King James Version;  William Tyndale (1530); Henry Ainsworth (1612), American Standard Version; The Bible in Living English;
    • Espanhol: Reina-Valera (1569). Tenho uma versão desta Bíblia, versão de Bolso de 2008, que usa sistematicamente o nome de Deus, Jehová. Há mais traduções, mas não as conheço por nome.
    • Francês: La Bible des Peuples (Editora San Pablo/São Paulo, 2010). Tradução Católica, usa a forma Yahvé sistematicamente.
  • Nem a Vulgata Latina nem a Bíblia de Lutero usam o nome de Deus.
  • Achados arqueológicos mostram que até mesmo os primeiros cristãos usavam o nome de Deus. Veja esse artigo em que falo sobre um artigo publicado no Jornal O Globo.

2 comentários sobre “YHWH – Deve-se usar o nome de Deus?

Seus comentários são muito apreciados.