Arquivos da categoria: Leitura

Dicionário de Vine, capa

Leia antes de comprar: Dicionário de VINE – CPAD

Dicionário de Vine, capa

 

O dicionário de Vine (VINE, WILLIAM EDWY) é amplamente conhecido por estudiosos e eruditos bíblicos. Contém uma gama de palavras bíblicas e seus significados exegéticos, além de comentários do próprio Vine. É um dos melhores, se não o melhor dicionário bíblico existente. O melhor – sem ligações religiosas – pelo menos em inglês. Que cuidados devo ter ao adquirir a “tradução” feita pela CPAD?

Continue lendo Leia antes de comprar: Dicionário de VINE – CPAD

Desenho do busto de Harold King

Biografia: Harold King

Após a revolução Chinesa, milhares de pessoas foram presas e perseguidas. Seus “crimes” variavam. Harold King (que faleceu e m janeiro de 1993), missionário da religião “Testemunhas de Jeová” foi um desses presos. Por quê Harold King foi preso? Que “crime” ele cometeu contra a República Popular da China? Encontrei em minha biblioteca uma biografia do Sr. King de 1963, a qual gostaria de compartilhar com vocês. Vocês podem fazer o download da biografia completa clicando no link abaixo.

Continue lendo Biografia: Harold King

O que faz uma tradução da Bíblia ser boa? (Parte 2)

Neste segundo  post falarei sobre estilos de tradução, textus receptus e textos críticos. Já no terceiro e último post falarei sobre o que faz uma tradução da Bíblia ser boa e a análise de algumas traduções da Bíblia disponíveis no português.

Continue lendo O que faz uma tradução da Bíblia ser boa? (Parte 2)

Imagens da Tradução do Novo Mundo em Inglês e Português

Publicada a Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada Revisada em Português

A tão aguardada revisão da Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas feita da tradução inglesa revisada em 2013 (The New World Translation of The Holy Scriptures) para o português finalmente foi lançada ontem, 22 de março de 2015 com o novo nome de Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada. Sim, esse dia ficará na história das traduções bíblicas para o português brasileiro.

Continue lendo Publicada a Tradução do Novo Mundo da Bíblia Sagrada Revisada em Português

Nova tradução da Bíblia :: New World Translation of Holly Scriptures (2013 Revision)

A The New World Translation of Holly Scriptures

Se você deseja saber sobre a Tradução do Novo Mundo Revisada em português, lançada em 22/03/2015 clique aqui.

NOTA: 10

As Testemunhas de Jeová*(Jehovah’s Witnesses) por 69 anos utilizam uma interessante tradução da Bíblia, a The New World Translation of Holly Scriptures ou, em português, Tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas (TNM, sigla). Por muitos anos utilizaram diversas traduções da Bíblia em vários idiomas. Porém, por questão de unidade de ensino e alguns outros fatores formaram uma comissão de tradutores, os quais traduziram o que é hoje a TNM.

Continue lendo Nova tradução da Bíblia :: New World Translation of Holly Scriptures (2013 Revision)

Seja louco

Como trabalho para a cadeira de empreendedorismo da faculdade, minha professora solicitou que lêssemos uma matéria da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios e escrevêssemos um resumo crítico da matéria. Achei uma matéria muito interessante, a qual trago o resumo (conforme enviado em meu trabalho) e o recorte da matéria. Acredito que acharão muito interessante.

______________________

Resumo crítico do artigo “Imperfeitos, mas excitantes”

Extraído da coluna de Jack London na Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios
Disponível em: http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI332107-17141,00-IMPERFEITOS+MAS+EXCITANTES.html. Acesso em 02/03/2013.

O que talvez falte nos novos empreendedores são ideias mirabolantes. Este é o foco do artigo de London. E com toda razão. Um dos fundadores do Google, Larry Page, publicou certa vez em uma revista a seguinte frase:

Se você não está fazendo uma coisa inteiramente louca, você está fazendo tudo errado.

Conforme explicado por London, uma verdade absoluta é que a maioria das pessoas tentem a ficar em uma zona confortável, investindo tempo, dinheiro e fazendo coisas que já são habituais a elas. Por causa disso, as pessoas tornam-se pouco inovadoras, acrescendo pouca coisa à humanidade.

Jack citou o caso do Brasil. Até 2006, por exemplo, os serviços de aviação brasileiros eram excelentes para a realidade nacional. O brasileiro gastava cerca de US$ 300,000,000 por mês em viagens para o exterior. Porém, em 2012 já gastava quase que mais do que todos os investidores estrangeiros gastam no Brasil, cerca de US$ 3 bilhões! E os serviços evoluíram? São totalmente defasados e impróprios. Aeroportos superlotados, vôos atrasados e péssimos serviços. Se o brasileiro tivesse pensado no futuro, fosse um pouco “louco”, a situação talvez estivesse melhor.

É essa “loucura” dita por Larry que temos que ter. Não uma loucura insana, mas uma loucura inovadora. Ter novas ideias, pensar alto, pensar louco. Facebook, Google, Apple são empresas conhecidas pela inovação. Seus fundadores fizeram algo que não era comum. Pensaram grande. Henrry Ford disse certa vez:

“Se eu perguntasse aos meus compradores o que eles queriam, teriam dito que  era um cavalo mais rápido”.

O escritor do artigo também apresentou algumas ideias revolucionárias que até um tempo atrás pareciam impossíveis mas que, por alguém imaginar, alguém pensar alto, alguém ser louco foi, esta sendo e será possível. Um exemplo citado é o Google Glass. Os óculos do Google são fascinantes. Segundo as expectativas, estarão disponíveis para venda ainda em 2013. Imagine você, com seu óculos, ouvir música, ditar comandos, fazer pesquisas na internet, filmar, tirar fotos, fazer traduções automáticas e muito mais! Utopia? NÃO – Já é realidade.

Mesmo assim, como disse o executivo do Google e conforme citado por Jack, ele ainda será imperfeito em seu lançamento. Terá problemas. Por isso ele é ruim? Não, é inovador. E o que pode ser imperfeito hoje poderá beirar a perfeição amanhã com certos ajustes. Há muitas outras ideias loucas que estão dando certo, basta botar a mente para funcionar. São essas ideias que criam novas empresas, de fundo de quintal mesmo, mas que viram as maiores e mais valiosas empresas do mundo.

Desejas empreender, seja louco. Não se preocupe com imperfeições no projeto. Se forem imperfeitas mas excitantes já serão grandes passos para o sucesso empresarial.

Por William Zimmermann

_______________________

Recorte do Artigo: Imperfeitos, mas excitantes

Um dos meninos do Google, Larry Page, que conheci aqui no Brasil quando eu dava uma consultoria para a empresa, em 2006, enche uma página inteira de uma revista com a seguinte frase:

“Se você não está fazendo alguma coisa inteiramente louca, você está fazendo coisas erradas.”

Não é fácil para nós, simples mortais lutando pelo dia a dia, viver sempre à cata do improvável, do quase impossível, do impensável. É sempre mais fácil avaliar o mundo real em operação e optar pela segurança do já conhecido. Mas o recado do Larry não deve ser desprezado. Você imaginava que em janeiro de 2013 os brasileiros gastariam em viagens ao exterior quase US$ 3 bilhões, e que esse valor chega perto dos US$ 3,6 bilhões que todos os investidores estrangeiros aplicaram no Brasil no mesmo período?
Para sermos claros: temos mais recursos para gastar em viagens fora do país do que todos os investidores do mundo têm no momento para aplicar no Brasil. Quem imaginaria isso em 2006 e teria coragem de dizer que apostava nisso naquela época? Em janeiro de 2006 os brasileiros gastavam menos de US$ 300 milhões por mês em viagens ao exterior.

Agências de turismo e outros serviços correlatos foram turbinados de forma inesperada, enquanto os serviços das companhias aéreas e dos aeroportos viravam lixo. Em 2006 eles eram ótimos para o mercado que serviam, mas em 2013 são uma marca da imprevisão.

Não existe uma fórmula para ensinar o que ainda não vislumbramos. Estamos sempre correndo atrás dos fatos e repetindo receitas de docinhos domésticos como se fossem maravilhas do saber. Talvez olhar as coisas mais loucas que vêm por aí possa alimentar nossa curiosidade e instigar os mais ousados.

1- Os óculos digitais do Google, que, segundo o mesmo Larry, estarão à venda ainda este ano. Larry diz que será ainda um produto imperfeito, mas excitante. Seus olhos serão acrescidos de um display digital que lhe proporcionará a sensação de uma realidade aumentada enquanto você dispensa os atuais óculos.

2- Aviões e outros artefatos de movimento autorrecarregáveis. Nada nunca mais vai parar, seguirá sempre adiante. Fim dos postos de serviços.

3- Spray wi-fi. Imagine uma lata de spray que, quando acionada, dispara uma nuvem que funciona como uma antena receptora de sinais wi-fi. Nunca mais os “espaços” wi-fi ou os precários receptores caseiros. Impossível? Acesse o site da Chamtech Enterprises.

4- Micromáquinas à base de metaloproteínas, que poderão alimentar o mundo de energia e água eternamente. Se quiser saber mais, procure na rede um tal de Harry Gray, o dono da ideia.

5- Veículos de hipervelocidade para interceptação de asteroides, em inglês conhecidos pela sigla HAIV. Depois da surpresa do meteoro caído na Rússia recentemente, a ideia já parece até urgente, mas ainda está em fase de testes. Mais informações no site da Nasa, é claro.

6- Cafeína sintética, a partir de experimentos genéticos, com gostos e cheiros especiais e diferentes. Interessado? Comece pela fórmula C8H10N4O2, mas, se tiver alguma dificuldade, espere o livro a ser lançado por Murray Carpenter, chamado All jacked up.

7- Robôs de terceira geração estão chegando cada vez com mais força para tomar seu emprego. Pare um minuto e pense: o que você faz pode ser feito automaticamente por um robô de terceira geração? Se pode, trate de se cuidar, pois os mais otimistas (ou pessimistas, quem sabe) acham que sete entre dez empregos hoje existentes estarão extintos em 2030. Entre as profissões que os entusiastas dos robôs imaginam que podem ser mais bem executadas pelos robôs estão as de músicos, policiais, terapeutas, artistas, professores, enfermeiras, garçons, atletas, comediantes e personal trainers.

Colunistas ainda estão fora da lista, mas acho que é apenas um descuido dos entusiastas dos robôs.

O caríssimo Larry talvez tenha razão.

Que tal tentar uma empresa ou produto que seja imperfeito, mas excitante e que dentro de cinco anos será perfeito e sem graça, mas com enorme mercado consumidor, como o Google, o Facebook, os smartphones, os tablets e tantos outros, essas chatices tecnológicas envelhecidas pelo tempo cada vez mais curto da vida digital?

Onde comprar livros de programação

Home do site Casa do Código. Nele você pode comprar livros especializados na área da programação.
Home do site Casa do Código. Nele você pode comprar livros especializados na área da programação.

Se tu és programador ou pensas em começar a programar, deves estar procurando meios de aprender mais. Quando comecei a programar, comprei livros, vídeo aulas e indispensável foi a utilização de fóruns na área. Muito bom também é ter algum amigo ou conhecido que é programador para “encher o saco” dele solicitando ajuda.

Recentemente achei um site especializado em venda de livros para programadores. O interessante, além de serem livros especializados, é que você pode comprar os livros em formato eletrônico (eles vem em formato mobilee-pub e PDF), físico ou ambos. Os preços também são acessíveis. Comprei ontem dois livros (dos quais pretendo escrever uma resenha depois de lê-los). A compra foi rápida e segura (utilizando-se do PayPal). Além disso, posso baixa-los novamente por meio de login e senha. Outra característica interessante do formato eletrônico são as atualizações. A medida que erros forem descobertos ou a tecnologia for alterada o livro também será atualizado, sem custos para o leitor.

Antes que alguém pergunte, não, não fui pago para falar bem desta loja (eles nem me conhecem). Mas segue aí o nome e o link.

Casa do Código: www.casadocodigo.com.br

Veja abaixo os livros que adquiri

Livro sobre jQuery Livro sobre desenvolvimento iOS

Dica de Leitura: Google Marketing/8Ps

NOTA: 10

Não há dúvidas de que o Google é a melhor ferramenta disponível hoje no mercado para publicidade web. Por meio de sua ferramenta, o Google Adwords, é possível que, por meio de palavras-chave que são adquiridas, façamos a publicidade

Capa do Livro Os 8Ps do Marketing Digital de Conrado Adolpho.
Capa do Livro Os 8Ps do Marketing Digital de Conrado Adolpho.

direcionada para o que o cliente quer. Sendo assim, não enchemos o consumidor com coisas sem relevância para ele, mas damos sim o que ele procura. Isso facilita as vendas. Segundo um cálculo da própria Google, cerca de 2% dos acessos ao seu site provindos do Google tornar-se-ão ou clientes ou contatos. É claro que esse número pode variar de acordo com alguns fatores, para mais ou para menos.

Mas, para quem está começando, ou mesmo para quem já está a tempo na área, indico fortemente o livro Google Marketing, de Conrado Adolpho Vaz. Segundo a contra-capa do próprio livro, “por meio da metodologia dos 8 pês do marketing digital, Conrado Adolpho apresenta como pesquisar seu mercado-alvo levantando tendências e movimentos quase imperceptíveis de concorrentes e consumidores utilizando redes sociais e o próprio Google”. O livro esta repleto de cases de sucesso, links com exemplos e excelentes dicas e macetes. É impossível não aprender alguma coisa com essa bíblia de mais de 600 páginas. O livro é constantemente atualizado e novas edições são lançadas de acordo com as mudanças tecnológicas. Minha edição é a terceira, de 2010. Porém, de modo algum está desatualizada. Há edições mais recentes, mas o livro é muito bom. Aproveito para dizer-lhe que é bom comprares uma caneta marca-texto para as muitas frases de ação que lhe chamarão atenção. Meu livro está todo marcado…

A formação do autor também é de tirar o chapéu. Conrado Adolpho estudou em escolas como o ITA, Unicamp, IBTA e FIPE. É graduado em marketing e pós graduado em economia. O livro é publicado pela Novatec Editora e, sem via para dúvidas, é uma excelente leitura para quem deseja investir em publicidade no Google e em redes sociais.

Quando adquiri o livro, o mesmo se chamava Google Marketing. Agora, porém, com os novos avanços nas redes sociais, Adolpho lançou o livro Os 8ps do Marketing Digital, o qual segue o mesmo modelo e conteúdo semelhante do Google Marketing.

__________________________

DADOS DO LIVRO 8Ps

Autor: Conrado Adolpho Vaz;
Qualificações do autor: Graduado em Marketing e Pós Graduado em Economia;
Número de Páginas: 904;
Idioma: Português;
Preço médio: R$ 85,00 (SARAIVA)/R$ 139,00 (NOVATEC)
Onde comprar: SaraivaNovatec, etc.

Não leia: Use a cabeça! Desenvolvendo para iPhone

NOTA: 2

Como comentei no post anterior, este livro é um completo desperdício de tempo e dinheiro. Explico o porquê.

Não Compre!
Não Compre!

Já em 2011, quando o adquiri, era uma perda de tempo e dinheiro. O livro está totalmente desatualizado. Não deveria nem ser mais vendido. Nem uma errata ele tem.

Desde os primeiros capítulos, começa-se com um projeto que será seria elaborado até o final do livro. Este projeto necessita de uma API do Twitter que NÃO É MAIS UTILIZADA pelo mesmo. Sendo assim, não adianta! Você não consegue finalizar o projeto. Além disso, os exemplos, códigos, tudo… está tudo desatualizado. Há códigos não mais usados pelo Objective-C e por API’s.

didática do livro não é ruim. Na realidade, seria muito boa. O método do Use a Cabeça é bom. Mas não adianta se não tem coerência e se o livro começa e termina errado. A tradução do livro também deixa MUITO a desejar.

Esta captura mostra que o livro Use a Cabeça - Desenvolvimento para iPhone está todo desatualizado e não possui uma errata se quer.
Esta captura mostra que o livro Use a Cabeça – Desenvolvimento para iPhone está todo desatualizado e não possui uma errata se quer.

Resumindo, o livro é horrível. Recebe de mim a nota 2. Não compre. Gastará tempo e dinheiro.

__________________________

DADOS DO LIVRO

Autores: Dan Pilone e Tracey Pilone;
Qualificações do autor: não sei.
Número de Páginas: 518;
Idioma: Português (traduzido do inglês);
Preço médio: R$ 53,00*
Onde comprar: Saraiva, Submarino, etc.

*Comprei o meu na SARAIVA, em 2011 por R$ 105,00.

Dica de leitura: Programando para iPhone e iPad

Para todos os que estão começando a programar para iOS, indico fortemente este livro.
Para todos os que estão começando a programar para iOS, indico fortemente este livro.

NOTA: 9

Ja faz algum tempo que venho tentando programar para iOS, em Objective-C, mais especificamente. Quando comecei a procura por uma boa leitura, há 2 anos atrás, achei somente um livro disponível em português. O livro, da série americana Use a Cabeça, chamado “Desenvolvimento para iPhone”, cujo título adquiri, veio a ser, para mim, um desperdício de tempo e dinheiro. No próximo post explicarei o porquê.

Porém, logo no início deste ano, ao procurar novamente títulos relacionados ao desenvolvimento de aplicativos para iOS, para minha surpresa, encontrei muitos em português. Com o pé meio atrás, decidi verificar um pouco a respeito do autor do livro (André Milani)  “Programando para iPhone e iPad”. Verifiquei que sua formação era boa e que já havia escrito outros livros, tais como “Construindo Aplicações Web com PHP e MySQL” e “MySQL – Guia do Programador”. O escritor é graduado em Ciência da Computação pela PUC-PR e pós-graduado em Business Inteligence na mesma instituição.

didática do escritor é muito boa. De uma nota  entre 1 e 10, dou 9 para ele neste termo. O autor explica muito bem. Não é difícil de entende-lo.

Quanto a coerência do livro, também não deixa a desejar. Os exemplos são bem elaborados, embora ele tenha preferido deixar o nome dos objetos e variáveis em inglês. Isso pode dificultar para programadores novatos poderem distinguir o que é comando nativo do Objective-C do que é nome de variável/objeto que podem ser alterados pelo programador. Fora isso, daria também uma nota em termos de coerência.

Há erros no livro? Sim, a pequenos erros. De código? Muito raros. Porém, o autor se preocupou em criar um site para o livro, onde ele disponibiliza uma errata do conteúdo do livro. Os erros quase que não prejudicam o conteúdo e seu aprendizado. Também está disponível para download no site os exemplos e arquivos que serão necessários para alguns projetos. Quanto a estes termos, também dou a nota 9 para o livro.

Resumindo, o livro é excelente. Recebe de mim a nota 9. Até agora, não encontrei livro melhor em português para o desenvolvimento de aplicativos para iOS. Recomendo fortemente sua leitura.

__________________________

DADOS DO LIVRO

Autor: André Milani;
Qualificações do autor: Graduado em Ciência da Computação pela PUC-PR e Pós-Graduado em Business Inteligance também pela PUC-PR;
Número de Páginas: 439;
Idioma: Português;
Preço médio: R$ 80,00*
Onde comprar: FNAC, Saraiva, Submarino, Novatec, etc.

*Comprei o meu na FNAC por R$ 71,20.